Conheça as carreiras de Analista e de Técnico Judiciário

Concursos para Tribunais

Concursos para Tribunais

As carreiras de Analista de Técnico Judiciários são regidas pela Lei 11.416, de 15 de Dezembro de 2006. São servidores públicos que fazem parte dos Quadros de Pessoal do Poder Judiciário da União e distribuídos nos Tribunais Regionais dos Estados e no Distrito Federal. A adesão aos cargos é feita através de concurso público.

Requisitos para Ingresso nas Carreiras de Analista e Técnico Judiciários

O leque de opções para quem deseja abraçar a carreira de Analista Judiciário é muito amplo.

Podem atuar na área Judiciária, atividade restrita aos Bacharéis em Direito e cujas atribuições estão diretamente ligadas a prestar suporte Técnico-Administrativo à função exercida pelos juizes e/ou pelos órgãos julgadores. É dever deste Analista cumprir e fazer cumprir as decisões judiciais, efetuar registro nos autos e movimentar os processos entre as diferentes instâncias.

Porém é necessária dedicação exclusiva ao cargo, ou seja: o Bacharel não poderá advogar enquanto for Analista Judiciário.

Os Analistas Judiciários podem ainda exercer sua atividade na área Administrativa ou na área Meio, que requer graduações em Nível Superior. As áreas podem ser classificadas em diferentes especialidades quando for necessária formação específica para o exercício do cargo nos Órgãos Públicos aos quais forem lotados. São profissionais da área da saúde, biblioteconomistas, cientistas contábeis, tecnólogos da informação e licenciados plenos, entre outros.

Para o cargo de Técnico Judiciário, é necessária formação de nível médio ou equivalente. Em alguns postos é solicitada formação em curso técnico específico. Entre as atribuições do Técnico Judiciário encontram-se as de analisar, processar, publicar e autuar processos, expedir ofícios, cartas precatórias e de intimação e ainda de atendimento ao público.

Vantagens e Benefícios de Analista e Técnico Judiciários

São profissões que atendem a planos de cargos e salários, com diversos graus de ascensão que preveem: progressão funcional (elevação de padrão dentro da mesma classe) e promoção (passagem do último padrão de uma classe para o primeiro da classe seguinte);

Proporcionam estabilidade funcional;

Provém remuneração compensadora e compatível com os cargos. A retribuição salarial do Analista iniciante fica acima dos R$ 6.500,00, chegando a mais de R$ 13.000, no último patamar. Os Técnicos têm provimentos iniciais superiores a R$ 3.000,00;

Os Analistas e Técnicos Judiciários tem, por lei, adquirido, o direito às seguintes gratificações:

Gratificação de Atividade Judiciária – GAJ de 50% sobre os vencimentos básicos;
Gratificação de Atividade Externa – GAE, 35% do básico exclusiva aos Analistas Judiciários de Entrega de Mandatos ou Oficiais de Justiça;
Gratificação de Atividade de Segurança – GAS, aos cargos de Analista Judiciário e de Técnico Judiciário, 35% do vencimento básico.

Tem também assegurado Plano de Saúde e Odontológico e Auxílio Farmácia.

Além de tudo isso, estes servidores tem a disposição todo aparato estrutural e tecnológico para fazerem funcionar as ferramentas que movem o Poder Judiciário Nacional.

Para quem deseja ingressar no serviço público, são profissões que apresentam excelentes perspectivas.

Então, vá em frente e se capacite para uma das diversas vagas disponíveis ou previstas no país.

Na loja Até Passar temos os cursos online mais completos para Analista e Técnico Judiciários. Faça-nos uma visita e conheça todos os detalhes.

Bons Estudos e Até Passar!

Comentários

  1. maria jose da silva disse:

    Oi gente!

    gostei dessas explicações, vou começar a estudar para o concurso do TJ,além de gostar dessa parte de trabalhar com a justiça o salário,também é muito satisfatório!!!
    Abraçosssssssssssss

  2. EDSON disse:

    CONTINUO COM DUVIDA NÃO SOU BACHAREL EM DIREITO. TENHO NIVEL SUPERIOR NA AREA DA SAUDE. POSSO FAZER PROVA PARA QUE TIPO DE ANALISTA?

  3. Fabiana de Fatima Medeiros disse:

    Boa Tarde,

    Gostei muito das explicações do TJ,gostei também da remuneração pois sempre trabalhei com assuntos administrativos e acredito que seja uma ótima carreira.

    Abraço

  4. aracy disse:

    Olá EDSON

    Poderá fazer concurso para cargos que exigem formação superior em qualquer área ou na sua área específica. É ficar atento aos editais para analistas e ver qual se enquadra na sua formação.

    Muito Boa Sorte!

  5. Leonardo disse:

    Gostei dessas explicações do TJ, acabou com minha duvida.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com (*).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

©2014 AtéPassar.com. Todos os direitos reservados. CPNJ: 13.283.895/0001-99